sexta-feira, 17 de dezembro de 2004

Portugal não promove o aleitamento materno

(...) Cerca de 90% das mulheres portuguesas amamentam os filhos desde a nascença, mas apenas um terço o faz até aos seis meses, revela uma investigação europeia, segundo a qual Portugal não promove o leite materno. (...) No estudo, Portugal é apontado como um dos onze países que não possuem políticas nacionais sobre a amamentação, incluindo incentivos para a utilização do leite materno até aos seis meses e a divulgação das boas regras para o fazer.
(...) Portugal é apontado como um dos países sem qualquer unidade de saúde exclusivamente dedicada à infância, num universo de 60 hospitais com maternidade.(...)

Notícia publicada no Jornal Público de 14 de Dezembro de 2004

Texto integral em http://jornal.publico.pt/publico/2004/12/14/Sociedade/S06.html

3 comentários:

Lyrae disse...

Acho que para uma mulher que trabalha 8 horas por dia, após os 120 dias de licença de maternidade, e só tem direito a 2 horas para amamentar o bebé… tendo em conta que nem sempre o berçário fica perto do local de trabalho ou os patrões que não facilitam em nada… fica realmente difícil amamentar em Portugal.
Não estou a ter em conta aquelas que caem no conto do vigário de que têm leite fraco ou insuficiente para alimentar o(a) filho(a).

Beijocas

mfc disse...

Mas tb somos dos países em que a mulher mais trabalha fora de casa.

mãe-biscoito disse...

Uma coisa tão simples como conversar com a futura mamã sobre a amamentação também devia ser obrigatório nos centros de saúde. Infelizmente, só tive esse apoio porque frequentei preparação para o parto mas num "ginásio" privado, onde pagava...